Qual é a importância do DNA para um escritório de Arquitetura ou Interiores?



Imagine um cenário: seu escritório repleto de funcionários apaixonados pelo que fazem, onde o atendimento e afabilidade são constantemente elogiados pelos seus clientes, que, por sua vez, são exatamente aquele perfil que você e seus sócios sempre sonharam. Imagine que eles valorizam a sua identidade, gosto e opinião, então lhes dão total liberdade projectual e de decisão. Você tem tempo e energia para aproveitar isso e, no final, se orgulha do resultado e recebe como gostaria.


Este cenário já passou pela sua cabeça? Já lhe aconteceu? Vem acontecendo?


Não podemos dizer que o DNA da marca seria aqui um passe de mágica para chegar no seu mundo ideal, mas certamente é uma ferramenta e direção, pois, entre outras coisas, deixa mais claro para todos o propósito da marca (já pensou no porque ela existe?), a forma dela trabalhar, o que oferece e para quem. O DNA é a conclusão do trabalho inicial de branding.


Acontece que para criarmos este material, que funcionará como um guia, um manual, da marca, precisamos passar pelo processo de construção dele, trazendo à tona questões talvez jamais pensadas por seus gestores. Consideramos importante que eles ajudem nesta construção, façam parte dela e compreendam a lógica e mindset necessários para depois conduzi-la de forma consistente e consciente.


Dentro do DNA, podemos incluir inúmeros “códigos genéticos”, mas os que consideramos básicos são: propósito da marca, história, declaração de posicionamento, missão, visão, valores, proposta de valor, produtos e/ou serviços, pessoas, processos, público, personificação da marca, persona, buyer persona, ideologia, códigos culturais e mitos, direcionamento para a identidade visual, sonora e olfativa, linguagem, plataformas digitais e referências para: arte, vestuário, arquitetura, design, louças, livros, A&B e presentes.


Este é um trabalho bem completo para a consultoria e, por vezes, custoso para os escritórios mais enxutos, porém, é de tanta importância que encontramos um meio de construi-lo com os empreendedores através de um curso, no qual tratamos dos assuntos de forma intuitiva e leve, através de mecanismos de observação, pesquisa, exercícios e sugestões de mudança no mindset dos profissionais.


Se ficou interessado, vale uma olhada na página do curso que traz mais informações.



#agenciafigaro #labfigaro #lucianafigaro #meminimal #dnadamarca #branding #gestaodemarca #arquiteturabrasileira #designdeinteriores #cursodebranding

107 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo