Se ela dança, eu danço

:: E aí, qual é o seu posicionamento a respeito?


Não é porque dançar pelo Reels dá audiência, que faz sentido você fazer isso no seu Instagram.


CADA MARCA PEDE UM POSICIONAMENTO que representa um conjunto de mensagens, que vão desde seu segmento de atuação e diferenciais até o público para quem espera oferecer seus produtos e serviços.


Será que seu perfil de cliente ideal vai atribuir mais valor a sua marca vendo você dançar nas redes sociais?


Pode ser que sim, se você for uma professora de ginástica, um ator e outras inúmeras profissões. Mas imagine que você está para contratar uma advogada que vai cuidar de um caso seu difícil e, de repente, ela passa dançando pelo seu feed. Será que vai agregar na sua percepção sobre a marca dela?


VAMOS VER!


Quais características esperamos encontrar em uma marca de um escritório de advocacia?


- Segurança

- Inteligência

- Seriedade

- Conhecimento

- Eloquência


Será que "entrar na dança" ajudaria a marca a reforçar essas mensagens esperadas?


Dançar é mais uma forma de se comunicar entre muitas. Respeite seu posicionamento e tente direcionar sua identidade com mensagens que ajudem a reforçá-lo diante do seu público e mercado.


Vale lembrar: a moda oscila, seu posicionamento não.



#oquecomoporque #marcasautenticas #marcasautenticasehumanizadas #humanosmarcamemarcashumanizam #brandingparaempreendedores #brandingparaarquitetas #brandingparapequenasempresas #brandingparanegocios #brandingparapaisagistas #brandingparadesigners #marketingpessoal #marketingdigital #brandingpessoal #marketingparaarquitetura #marketingparaarquitetas #marketingparaarquitetos #brandingparaarquitetos #marketingparaempreendedores #comunicaçãoassertiva #sefazsentirfazsentido #marcapessoal #marcaautoral #empreendedorismocriativo #dicasmarketing #marketinghumanizado #brandingbrasil #comunicacaohumanizada #dicasmarketingdigital #dicasinstagram#posicionamentodemarca

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo